Uma das partes mais intrigantes da profunda tradição de A Roda do Tempo é que a história tecnicamente se passa em nosso futuro, tornando-se um conto pós-apocalíptico. Na cena de abertura do programa, os espectadores veem ruínas de arranha-céus coberto de fauna, há muita coisa abandonada pelo homem. Esses arranha-céus definem o tom de toda a série, dando um exemplo muito concreto de que A Roda do Tempo está definida no futuro longínquo de nosso mundo. Embora essas referências sejam relativamente distantes e poucas no meio da série elas fornecem um pouco de contexto para a referência ocasional a lendas do mundo real e figuras históricas que aparecem no programa [via CB].

A chave para compreender o passado de A Roda do Tempo está no monólogo de abertura do programa, que foi retirado do primeiro parágrafo do primeiro livro da série, e as idades vêm e passam, deixando memórias que se tornam lendas. Basicamente, A Roda do Tempo se refere a um padrão cíclico de Idades. Cada Era incorpora pessoas e lendas de eras passadas, o que significa que os fãs podem reconhecer peças do “Padrão” dentro da tradição da série. 

Vimos algumas outras referências sutis a lendas do mundo real na série até agora. O dragão anterior, Lews Therin Telamon, é uma referência a Lúcifer e há vários paralelos entre a Quebra do Mundo e a queda de Lúcifer em desgraça. A “Batalha Final” referenciada várias vezes também é conhecida como “Tarmon Gai’don”, que soa terrivelmente como a frase cataclísmica Armagedom. Mesmo alguns dos personagens principais têm o nome de personagens míticos ou lendários do mundo real – Egwene é uma referência a Gwynevere da lenda arturiana, Perrin é uma referência ao deus eslavo Perun e Nynaeve é ​​uma referência a Nyneve, a Senhora do Lago dos mitos de Arthur.

Embora A Roda do Tempo seja tecnicamente uma história pós-apocalíptica, não espere que a tecnologia do “mundo real” desempenhe um papel importante na série. É comum acreditar que nosso mundo aconteceu na Primeira Era, enquanto a série se passa na Terceira Era. Houve pelo menos dois cataclismos que acabaram com o mundo desde então, então qualquer referência à nossa idade será bem rara.

Ambientada na Alta Idade Média e com forte presença de forças místicas, a série de livros A Roda do Tempo é conhecida por seu absurdo nível de detalhe e profunda construção de mundo, rivalizando com As Crônicas de Gelo e Fogo (que, por sua vez, deram origem a Game of Thrones) em diversos aspectos, o que sempre gerou forte comparação entre os fãs. No Brasil, seis dos 14 livros de A Roda do Tempo foram publicados pela Editora Intrínseca, entre 2013 e 2015.

O elenco conta com Rosamund Pike e Michael McElhattonUta Briesewitz (“Jessica Jones”, “Fear the Walking Dead”e “Stranger Things”), vai dirigir os dois primeiros episódios do seriado.

Com episódios inéditos todas as sextas-feiras, a primeira temporada da série A Roda do Tempo encontra-se no catálogo do Amazon Prime Video.

By Amauri Alves

Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante (...) Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo