komi cant communicate

Como eu gosto de comédia romântica… E a Netflix trouxe ao seu catálogo uma comédia romântica muito gostosa de assistir e dar muitas risadas. Estou falando de Komi Can’t Communicate, que para mim foi um dos grandes trabalhos de animação da temporada passada.

Com uma animação que fluía do cômico para o romântico, fomos apresentados aos poucos a uma turma bem diferente e a personagem principal, que possui transtorno de fobia social e deseja fazer 100 amigos na escola. Claro que nada disso poderia ser fácil com o transtorno que ela apresenta, mas como estamos falando de uma comédia romântica, claro que o parceiro dela estaria ali para ajudá-la a alcançar esse objetivo.

Os traços e animações foram bem pensados, como eu disse ele usa dois estilos em uma única história, e o cômico bem usado, apesar de seus clichês, serve muito bem para o seu propósito. No final você não tem como não se apaixonar pelos personagens, cada um mais louco que o outro, e todos obcecados à sua maneira pela “Deusa Komi”.

A equipe se preocupou com bastante temas sensíveis, o autor da obra deixou dentro dos personagens algumas opções sexuais, o que falar do melhor amigue de todos da escola? Alguém que não se reconhece em nenhum dos gêneros, mas que se torna a grande âncora para que a Komi chegue aos outros, nem um pouco normais, colegas de classe.

Ao final da temporada chegamos ao anúncio que não poderia ser diferente, uma segunda temporada mais que bem-vinda já está em produção e eu estou aguardando ansiosamente pelo desenrolar do relacionamento entre Komi e Tadano, eles são um casal fofo.

Classificação:

Veja também:

Komi Can’t Communicate pode ser encontrado com a primeira temporada completa no catálogo da Netflix.

By Mácio Lima

Vivendo em meu próprio isekai, estou constantemente buscando coisas novas para ler. Fã de Mangás clássicos como Bleach e Fairy Tail estou esperando por uma nova história que me faça passar a noite desejando o próximo capítulo. Obs.: Vivendo no momento um amor platônico com o universo Star Wars.

4 thoughts on “Komi Can’t Communicate – 1ª Temporada (2021) | Crítica”

Comments are closed.