Star Wars Luz dos Jedi

Sei que faz algum tempo que esse livro foi lançado oficialmente em nossa língua mãe, sei também que muitos portais especializados em publica críticas e reviews desse tipo de conteúdo já deram suas impressões do que Star Wars: Luz dos Jedi (The High Republic) significou para essa nova fase inaugurada justamente com esse livro, mas eu sou um pobre assalariado que infelizmente demorou para cair nas graças dessa franquia e que agora vem literalmente devorando tudo que aparece dela na minha frente. Por isso resolvi escrever essa crítica/review do que é essa obra e o que ela me fez sentir ao passar de cada página da aventura.

Primeiramente vamos explicar o que é a Alta República que está descrita no título principal da obra… Esse foi um período dentro do cânone de Star Wars que se passa bem antes do episódio 01 “Ameaça Fantasma” e bem antes do portador da profecia Anakin Skywalker vir a esse mundo. Estamos falando de um período cerca de 100 ou 200 anos antes de tudo isso, uma época que a república estava em franca expansão, tentando se tornar presente desde a orla central até os confins da galáxia, e para isso a parceria com os Jedi era essencial, com mais de 10 mil guerreiros espalhados por toda a galáxia.

staw wars alta republica
Universo Geek / Lucas Film / Reprodução

Luz dos Jedi fala exatamente disso, da ordem que se encontrava em seu melhor momento desde a criação em tempos imemoriais, aprendendo cada vez mais o poder da força. Desenvolvendo técnicas que no futuro salvaria diversas vidas e principalmente descobrindo todo o poder que um Jedi tem a oferecer em prol da paz e da igualdade. Os personagens criados para esse livro são simplesmente cativantes desde o começo, o quanto eles são unidos, o quanto eles são desbravadores, destemidos e principalmente o quanto são humanos (mesmo sabendo que tratamos de diversas raças aqui).

O livro, que não tem um material premium, não vem com capa dura personalizada (bem eu peguei a edição padrão) ele nos joga para diversos lugares que já visitamos antes em séries, quadrinhos e até nos filmes, mas em uma época diferente, onde as tensões de uma guerra iminente não existem, só existe a vontade de fazer o bem a todos, sejam ricos ou pobres, fazendeiros ou burocratas, e também fala do preço a se pagar por esse desejo. Claro que ele não é apenas rosas, mesmo porque toda rosa tem seus espinhos, ele também mostra o lado sombrio desse desejo, nesse caso encarnado em um grupo específico: os Nihil, liderados pelo Olho, como o vilão era conhecido. Responsáveis por muitas tragédias trazidas nas páginas do livro, por mortes de personagens que você poderia jurar que eram imortais, pra que se tenha uma ideia, o metre Yoda que todos amam não passa de um jovem mestre nessa obra, um jovem mestre sem muita relevância se comparado aos outros.

E velho, ver nascer esse mundo por esse livro foi algo pra mim que foi muito empolgante. Conhecer a canção da força, uma das habilidades Jedi mais incríveis que conheci até hoje, capaz de conectar membros da ordem até os confins do universo para proteger vidas com apenas um gesto, esse momento pra mim foi o mais incrível de toda a história. Avar Kriss pra mim é a mestre Jedi mais forte da época, e a principal personagem que fez meu coração acelerar, e aqui vai outro ponto muito importante em toda obra: não procure um protagonista, ele não existe. O maior protagonista de todo o livro é a galáxia, que passa por uma emergência sem precedentes e que se une para tornar possível salvar bilhões e vidas inocentes espalhadas por toda orla exterior.

Veja também:

Enfim, esse livro abriu ainda mais minha mente para Star Wars, de uma forma que eu nunca poderia imaginar. Espero poder em breve ler a continuação desse arco, que teve sua tradução lançada recentemente com o título de “Ascensão da Tempestade”, um título muito perspicaz quando você chega ao fim de Luz dos Jedi, algo que não vou dizer o que é, leiam e descubram por si só. Não há recomendação melhor para quem ainda não conhece tanto  desse universo, ou até para aqueles que são veteranos e buscam por novidades.

By Mácio Lima

Vivendo em meu próprio isekai, estou constantemente buscando coisas novas para ler. Fã de Mangás clássicos como Bleach e Fairy Tail estou esperando por uma nova história que me faça passar a noite desejando o próximo capítulo. Obs.: Vivendo no momento um amor platônico com o universo Star Wars.

One thought on “Star Wars: Luz dos Jedi (The High Republic) | Review”

Comments are closed.