A diretora de She-Hulk, Kat Coiro definiu o tom da próxima série da Marvel [via HH].

“Nunca escolho um projeto baseado no gênero. E eu realmente não penso muito em gênero, eu penso nos personagens. E penso na vida emocional dos personagens e, sabe, posso trazer alguma coisa? Posso trazer uma mistura de humor e coração para isso? Porque é isso que eu amo assistir. E é com isso que eu amo trabalhar. E então, quando eu entrei no playground da Marvel – a minha proposta foi dar sequencia ao que o universo pedia, apesar de está em constante evolução, você tem filmes muito cômicos, e nós estamos naquele mundo”.

Na trama, Jennifer Walters é uma advogada que vive uma vida comum até sofrer um acidente. Para se recuperar, ela recebe uma transfusão de sangue de seu primo Bruce Banner, que acaba transferindo também uma parte do Hulk para ela. A partir disso, ela se transforma permanentemente na versão feminina da criatura verde.

Além de Tatiana MaslanyShe-Hulk da Disney+ contará com: Mark Ruffalo, Tim Roth e Jameela Jamil, interpretando Bruce Banner/Hulk, o Abominável e Titânia, respectivamente. Josh Segarra (“Arrow,” “Orange Is the New Black”), Anais Almonte (“Slumber Party”) e Renee Elise Goldsberry (“Hamilton, The Good Wife”) completam o elenco.

Veja também:

Jessica Gao é a showrunner, e Kat Coiro comanda os episódios do programa Marvel, que chegará em 2022, em data incerta.

By Amauri Alves

Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante (...) Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo