No Limite do Amanhã/Warner Bros. - Reprodução

No início desta semana, a Village Roadshow entrou com uma ação contra a Warner Bros. pelo lançamento simultâneo nos EUA de Matrix Resurrections na HBO max, mas há mais reclamações contra o estúdio do que a disputa sobre o lançamento do filme Matrix. De acordo com The Playlist [via CB], o estúdio de produção também alega que a Warner está tentando fazer uma série de televisão baseada no universo de No limite do Amanhã sem o envolvimento do estúdio original.

A alegação é uma das duas no processo que a Warner Bros. está tentando “privar a Village Roadshow de seus direitos contínuos” em relação à derivada. O processo também menciona o filme Wonka – prequel de A Fantástica Fábrica de Chocolate.

“A WB também vem planejando vários esquemas para privar a Village Roadshow de seus direitos contínuos de co-propriedade e co-investir nas obras derivadas dos filmes que ela é co-proprietária. Recentemente, depois de reconhecer – por escrito – que seu próximo filme Wonka, era prequel de A Fantástica Fábrica de Chocolate, a Warner voltou atrás”.

Observe também parte do processo relacionado a série “No limite do Amanhã”.

Recentemente, a WB tomou a decisão de seguir em frente com uma série de televisão baseada em ‘No Limite do Amanhã’, outro filme da Village Roadshow. Mas insistiu que o Village Roadshow renunciasse voluntariamente aos seus direitos de co-financiamento e co-propriedade.”

No Limite do Amanhã é um filme que os fãs esperavam sequencia desde que estreou nos cinemas em 2014 e o diretor do filme, Doug Liman, e as estrelas, Tom Cruise e Emily Blunt, também manifestaram interesse em retornar. No entanto, no ano passado, Blunt expressou alguma preocupação de que o custo de um filme seria muito alto. Agora, com a propriedade sendo processada, é possível que a probabilidade de um novo filme seja complicado.

Veja também:

By Amauri Alves

Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante (...) Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo