Babylon 5/HBO max - Reprodução

O amante de ficção-científica também deve ter um apreço por Babylon 5, franquia que foi bem revisitada nas décadas de 90 e 00; e que em breve ganhará nova adaptação.

Em entrevista ao TV Line [via CB], o criador do programa J. Michael Stracynski deu uma atualização do novo produto. Afirmando que devemos ganhar uma série em algum momento de 2023.

Devo mencionar que Mark é um cara legal e fã de longa data do B5. Ele trabalhou para a Warner quando o programa foi ao ar pela primeira vez. Chamando o piloto [reboot] de ‘bom roteiro’, ele disse que estava dando o passo altamente incomum de lançar o projeto e o roteiro do piloto no próximo ano, mantendo o B5 ativo“.

Ele continuou: “Aqui está o resultado final: ontem, Babylon 5 estava em desenvolvimento ativo na CW e Warner Bros. para o outono de 2022. Hoje, Babylon 5 está em desenvolvimento ativo na CW e Warner Bros. para o outono de 2023. Essa é a única diferença.

Babylon 5 original estreou em 1993 como um filme de televisão que deveria impulsionar a agora extinta Prime Time Entertainment Network (PTEN). Após o filme, a série foi encomendada para produção e estreou em 26 de janeiro de 1994. A série durou cinco temporadas e teve 110 episódios, na TNT após o encerramento do PTEN, em 1997. A série também gerou vários filmes de TV e spinoffs bem como romances tie-in e quadrinhos. A série original foi estrelada Michael O’Hare, Bruce Boxleitner, Claudia Christian, Jerry Doyle e Mira Furlan.

A reinicialização de Babylon 5 é descrita como uma “reinicialização do zero” e se concentrará em um personagem do original, John Sheridan, um oficial da Força Terrestre com um passado misterioso atribuído à estação espacial Babylon 5, a cinco milhas – estação espacial longa em espaço neutro. A chegada de Sheridan desencadeia um destino além de qualquer coisa que ele poderia ter imaginado quando uma empresa exploratória da Terra acidentalmente desencadeia um conflito com uma civilização um milhão de anos à nossa frente.

Veja também:

By Amauri Alves

Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante (...) Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo