Coringa/Warner Bros. - Reprodução

Batman, da Warner Bros., já em cartaz. E para quem já assistiu o longa pôde perceber algumas semelhanças entre a Gotham do Coringa (2018), de Todd Phillips, e a cidade de Matt Reeves. É quase um exercício de observação, mas afastado pelo marco temporal. Será que isso pode levar a um possível crossover no futuro?

O cineasta do Cruzado Encapuzado afirmou que não. Em entrevista a Total Film [via CB], Reeves argumentou que os projetos seguem de maneira independente.

“Eu estava terminando os  filmes do Planeta dos Macacos quando entrei a bordo [ Batman ], em 2017. Foram cinco anos de produção. Quando eu estava trabalhando no roteiro, o  Coringa  ainda não havia saído. Eu não sabia o que fariam com o Coringa ou como seria. O Coringa sempre foi feito para ser algo independente, muito específico para Joaquin [Phoenix] e Todd [Phillips]. Nunca houve realmente nenhuma discussão sobre crossover.”

Dois anos vigiando as ruas como o Batman, causando medo nos corações dos criminosos, acabou levando Bruce Wayne às sombras da cidade de Gotham. Com apenas alguns aliados de confiança – Alfred Pennyworth e o Tenente James Gordon — entre a rede corrupta de oficiais e figuras importantes da cidade, o solitário vigilante se estabeleceu como a personificação da vingança entre os cidadãos de Gotham. Quando um assassino tem como alvo a elite de Gotham, apresentando uma série de maquinações sádicas, uma trilha de pistas enigmáticas coloca o Maior Detetive do Mundo em uma investigação sobre o submundo, onde ele encontra personagens como Selina Kyle/também conhecida como Mulher-Gato, Oswald Cobblepot/Pinguim, Carmine Falcone e Edward Nashton/também conhecido como Charada. Conforme as evidências começam a chegar mais perto de casa e a escala dos planos do perpetrador se torna clara, Batman deve forjar novos relacionamentos, desmascarar o culpado e fazer justiça ao abuso de poder e à corrupção que há muito tempo assola Gotham.

Veja também:

Estrelado por Robert PattinsonZoe Kravitz, Paul Dano, John Turturro, Andy Serkis, Colin Farrell e Jeffrey WrightBatman é comandado pelo diretor Matt Reeves (“Planeta dos Macacos”) e encontra-se nos cinemas.

By Amauri Alves

Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante (...) Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo

One thought on “Batman: Diretor comenta sobre a possibilidade de crossover com o Coringa de Todd Phillips”

Comments are closed.