Os Tuskens em Boba Fett/Lucasfilm/Star Wars - Reprodução

A noite de domingo (27) foi emocionante para o cinema. O Oscar 2022 foi repleto de novidades, dentre elas a brilhante vitória de Troy Kotsur por No Ritmo do Coração. O ator venceu na categoria de melhor coadjuvante. E revisitando a história da estrela, foi descoberto um fato no mínimo curioso. Kotsur ajudou a desenvolver a linguagem do Povo da Areia para as séries Star Wars, O Mandaloriano e O Livro de Boba Fett [via CB].

Falando ao The Daily Moth [via CB], o astro explicou como ele foi abordado para ajudar a criar a linguagem de sinal dos Tusken’s, bem como seu processo, que incluiu pesquisar sua cultura e ambiente para criar uma linguagem específica e poética.

Eu fiz pesquisas sobre a cultura e o ambiente dos Tusken Raiders“, disse Kotsur. “Pesquisei no deserto chamado ‘gente de areia’. É assim que Luke Skywalker os chama, ‘povo da areia’. De qualquer forma, meu objetivo era evitar ASL. Eu me certifiquei de que se tornasse a Língua de Sinais Tusken com base em sua cultura e ambiente.

Ele continuou: “Espero que a Disney+ continue a explorar as linguagem de sinais. Espero que os produtores mantenham a mente aberta, porque isso é apenas o começo“.

Veja também:

Esse ano, a Disney+ ainda trará mais três séries live-action para o grande público, são elas: as primeiras temporadas de “Obi-Wan Kenobi”; “Andor” e a terceira de “O Mandaloriano”.

By Amauri Alves

Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante (...) Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo