Será que está virando uma tradição, os filmes que comemoram os 10 anos de uma franquia? A um tempinho atrás, falamos do excelente filme comemorativos dos 10 anos de Gokaiger (tokusatsu da franquia Super Sentai) e de como ele funcionou muito bem, trazendo nostalgia e esperança (lembrem dessas duas palavras) para os nossos corações.

Agora falaremos um pouco do filme comemorativo de 10 anos de Kamen Rider OOO (Ozu). Será que funcionou? Quais foram os pontos positivos? Será que teve pontos negativos? Tentarei não dar spoiler mas nesse caso acho difícil então… sintam-se avisados.

Kamen Rider OOO 10th: Core Medal of Resurrection (Kamen Raidā Ōzu Jūu-Shūnen: Fukkatsu no Koa Medaru) tem a premissa de fechar o arco do herói já que na série, o final ficou em aberto. O filme mostra a volta de Eiji (Shu Watanabe) ficando cara a cara com o antigo OOO e a ressurreição dos Greeeds (salientando que teremos um Greeed novo) e ainda tentando trazer Ankh de volta a vida. O filme se passa dez anos após os eventos do final da série e imediatamente após os eventos de Kamen Rider OOO Net Movie: Core Medal of Resurrection Prologue e Kamen Rider OOO Net Movie: Birth X Birth Prologue, que são duas Net Movies de 05 minutos onde o primeiro mostra a chegada de Eiji ao Japão e o segundo mostra a Fundação Kougami se reunindo para construir uma resistência contra o OOO de 800 anos atrás.

Vamos aos pontos positivos. A Toei, novamente, acerta em conseguir trazer todos (eu disse TODOS) os atores da série (assim como foi em Gokaiger) em seus respectivos papeis. Shu Watanabe como o amoroso Eiji Hino, Ryosuke Miura como imponente Ankh e Riho Takada como a cuidadosa Hina Izumi. Não vamos esquecer também de outros igualmente importantes como Hiroaki Iwanaga como Akira Date (Kamen Rider Birth), Asaya Kimijima como Shintaro Goto (Kamen Rider Birth X), Mayuko Arisue como Erika Satonaka, Chiyoko Shiraishi como Marie Kai, Takashi Ukaji como Kousei Kougami, Yusuke Yamada como o Greeed Uva, Taito Hashimoto como o Greeed Kazari, Hiroyuki Matsumoto como Gamel, Yukana como a voz da Greeed Mezool e a atriz Honoka Yahagi fazendo a forma humana, Atsuki Tani como o Ancient OOO, Satoshi Hino como o novo Greeed Goda e ainda temos o lendário Akira Kushida fazendo as vozes do Medagabryu Voice. Com isso, o efeito nostalgia bate forte no coração.

Outros pontos positivos são a ambientação que está muito boa mostrando um Japão devastado pelo impiedoso Ancient OOO, os efeitos especiais (mesmo sendo os da Toei que tem fama de ser ruins) estão bons. As novas forma de Birth (X) e de OOO (Tajador Eternity) estão impecáveis principalmente a Tajador (lindo ver o Eiji usando o Rider Kick). E a estória… vou colocar, aqui, nos pontos positivos mas com ressalvas que tentarei explicar mais a baixo.

Entre os pontos negativos, com certeza, colocaria o tempo de duração. Mesmo com os dois prólogos de Net Movie, o filme me deu uma sensação de correria (não de urgência que era o ideal). Apesar de ter gostado do visual do Ancient OOO, a mesma regra não se aplica ao novo Greeed Goda que pra mim, ficou estranho.

Agora… vamos as ressalvas da estória. Logo que terminei de assistir o filme, fiquei com uma sensação de confusão na mente. Não sabia como distinguir os meus sentimentos para com o filme. Fiquei muito triste. Então, conversando com amigos e amigas do meio (tokusatsu), me deparei com uma frase do grande Cosplayer Puma Ferrari:

“Tô precisando de lição não, tô precisando de esperança”.

Lembra lá em cima que eu pedi para vocês se lembrarem de duas palavras: Nostalgia e Esperança. Então… A Toei preferiu “Nostalgia e Lições” (citação do grande Pedrinho Ranger). Eu queria mais esperança como no filme de 10 anos de Gokaiger. Dona Toei… eu entendi a lição mas, realmente… eu queria mais esperança principalmente nos tempos de hoje.

 

Classificação:

Leia também, outras críticas nossas:

Como no filme de Gokaiger, não temos previsão de quando o filme dos 10 anos de Kamen Rider OOO aparecerá em terras tupinquins. Por enquanto, só no modo “Gokaiger” se é que me entende… Rsrsrsrsr

By Walmick Martins

Louco por Tokusatsu, principalmente a franquia Kamen Rider. Aficionado pela cultura japonesa em geral. Chefe de Redação do Mundo Oriental / Portal SiriNerd. Almoxarife Técnico da Globo Recife, radialista e técnico em telecomunicações. Ahhhh! Não poderia esquecer da coisa mais importante. Marido de uma esposa maravilhosa e pai de um anjo lindo chamado Gabriel Martins.