Conheça Starro, o vilão de “O Esquadrão Suicida” | Raio – X #20

Em vias de estrear, “O Esquadrão Suicida”, novo filme de James Gunn, nos apresentará não só uma versão mais robusta e completa dessa equipe, como também uma figura que nos trailers, de imediato, foi identificada pelos fãs mais atentos dos quadrinhos: Starro, o primeiro inimigo da Liga da Justiça nos quadrinhos, que inclusive aparece com seu visual extremamente fiel as HQ’s.

Mas quem (ou melhor, o que) é essa “estrela-do-mar” superdesenvolvida?

Liga da Justiça/Starro/DC Comics – Reprodução

Concebido por Gardner Fox e Mike Sekowsky, Starro surgiu na era de prata dos quadrinhos, antes mesmo de ‘Darkside’ e da ‘Legião do Mal’, tendo a célebre distinção de ser o primeiro antagonista a ser combatido pela Liga da Justiça, em ‘The Brave and the Bold n° 28 de 1960’, sendo responsável pela junção dos heróis afim de enfrentá-lo.

Em sua primeira aparição, ele surgiu na terra com intuito de dominá-la então roubou uma bomba atômica a fim de energizar-se, passou a absorver energia mental dos cientistas terrestres para melhor obter informações a respeito do planeta e posteriormente buscou invadir a mente dos terrestres dando andamento ao seu plano de conquista, sendo detido pela Liga. Indiretamente foi também responsável pela criação de outro grande grupo de heróis; afinal o surgimento da Liga da Justiça levou “a casa das ideias” a criar sua primeira super equipe: O Quarteto Fantástico.

Starro aparenta ser uma Estrela-do-Mar gigantesca, mas é, na realidade uma entidade, membro mais distinto de uma antiga civilização conhecida como Conquistadores Estelares, uma raça ancestral alienígena altamente poderosa e inteligente, que utiliza-se de controle mental a fim de subjugar as populações e conquistar seus planetas pelas mais diversas galáxias. Seus integrantes possuem as mesmas caraterísticas e habilidades de Starro, seus cinco tentáculos são extremamente articulados e poderosos, munidos de ventosas super-aderentes e um grande olho ao centro do corpo.

Apesar de ser uma criatura gigantesca, ele pode variar sua massa cor e tamanho, a fim de se camuflar. Pode também gerar milhares de versões minúsculas de sí mesmos como pequenas estrelas-do-mar; e tais esporos aderem à face de seus inimigos, controlando-os por meio de uma ligação com o seu sistema nervoso central, podendo controlar milhões de pessoas ao mesmo tempo. Esse possivelmente é o poder mais perigoso de Starro, Afinal com ele, o parasita espacial pode voltar seus inimigos uns contra os outros, tendo, inclusive, dominado até os Guardiões de OA em certa oportunidade.

Além disso, ele é extremamente poderoso, e entre seus poderes cósmicos e habilidades podemos citar: telepatia, telecinese, voo, disparo de feixes de energia, invulnerabilidade à maioria dos ataques físicos, fator de cura e regeneração celular, além da possibilidade de terrafomar os planetas dominados, a fim de que se tornem ambientes habitavelmente propícios à sua espécie.

Após seu surgimento, a estrela cósmica só viria a ser vista novamente, muitos anos depois em um arco do Aquaman,  e posteriormente na década de 80. Suas aparições eram ínfimas, até a década de 90, quando passou a antagonizar as novas formações da Liga da Justiça.

Frustrado em suas diversas tentativas de invasão ao planeta Terra, em 1991 obteve sua maior oportunidade de conquista terrestre; quando liberou milhões de esporos na Europa, momento em que assumiu o controle de praticamente toda a população do continente, inclusive de diversos membros da Liga da Justiça Europa (de J.M.Dematteis), sendo detido pela gelo, integrante da liga que congelou seus esporos e o próprio Starro, denotando assim essa sua vulnerabilidade (que de certa forma não faz muito sentido, afinal ele desbrava as galáxias viajando pelo frio espaço sideral). Outra de suas vulnerabilidades é o musgo vegetal.

Starro vs. Vingadores/Marvel Comics – Reprodução

Starro inclusive teve a oportunidade de enfrentar os Vingadores. Sim, você não leu errado. Os tentáculos do Kaiju estelar também deram trabalho aos heróis mais poderosos da Marvel Comics, no crossover Liga da Justiça América versus Vingadores, de 2003; em decorrência das maquinações realizadas por Krona (DC) e o Grão-Mestre (Marvel), que articularam os eventos no intuito de medir poderes, ao passo em que manipulavam os acontecimentos, levando os heróis das duas editoras a se enfrentarem.

Já em 2018, durante os eventos de os Novos 52, na saga “No Justice”, ao lidar com a ameaça dos Titãs Ômega e tomando por exemplo as atitudes altruístas do alienígena Caçador de Marte, em um momento de redenção, Starro, ao tentar dominar a mente de um dos Titãs, sacrifica-se e no processo salva milhões de vidas. No entanto, após sua morte, o Batman havia colhido uma amostra celular do tecido do alienígena, que seria suficiente para criar uma nova versão da estrela espacial, a qual batizou de “Jarro”. Jarro tornara-se uma versão mais afável do Starro, que apesar de pequena, detinha todo o seu poder e habilidades. Ele então estabelece um laço afetivo com o Batman, tanto que em determinado momento, em um devaneio, Jarro traja-se de Robin e auxilia o cavaleiro das trevas em seu combate ao crime em Gotham City, e apesar de ser apenas uma fantasia do pequeno Jarro, é bem interessante ver o afeto que ele nutriu pelo Batman, chegando a chamá-lo de “papai”.

Starro, o Lanterna Vermelha/Injustice/DC Comics – Reprodução

No Universo de Injustice realidade alternativa em que o Superman é um poderoso ditador, temos a versão possivelmente mais poderosa do conquistador cósmico, é o Lanterna Vermelho Starro. Como sabemos os membros da tropa dos lanternas vermelhos são alimentados pela força da raiva e esse versão não é diferente, possuidor de cinco anéis um em cada tentáculo, além de todos os poderes característicos dos conquistadores espaciais, este detém a habilidade de gerar plasmas de fúria, o que o torna extremamente perigoso.

O Esquadrão Suicida/DC/Warner – Reprodução

Em “O Esquadrão Suicida” somos levados a crer que Starro será a grande ameaça do filme, já que em um dos trailers, a própria Amanda Waller enfatiza que a missão da equipe em Corto Maltese é destruir tudo relacionado ao “Projeto Estrela-do-Mar”; mas os leitores de quadrinhos sabem que essa pode não ser, de todo, a verdade.

No entanto é cedo para suposições, e de certo, James Gunn teve liberdade criativa para alguns ajustes no personagem, que apesar da verossimilhança com as HQ’s, pode apresentar alguns detalhes divergentes em sua origem extraplanetária.

Sinopse: Bem-vindos ao inferno, também conhecido como Belle Rave, a prisão com o maior índice de mortalidade dos EUA, onde os piores super vilões são mantidos e onde eles farão de tudo para sair — até mesmo se juntar à super secreta, super suspeita Força-Tarefa X. A missão de hoje? Juntar um grupo de bandidos, como Sanguinário, Pacificador, Capitão Bumerangue, Caça-Ratos, Sábio, Rei Tubarão, Blackguard, Dardo e a psicopata favorita de todos, Arlequina. Eles recebem armamentos pesados e são atirados (literalmente) na remota, e cheia de inimigos, ilha de Corto Maltese. Atravessando a selva cheia de militares adversários, o Esquadrão está em uma missão de localizar e destruir, com só o Coronel Rick Flag para fazê-los se comportar, e os tecnoctras do governo de Amanda Waller em seus ouvidos, rastreando cada movimento”.

Veja também:

Dirigido e escrito por James Gunn, o próximo longa não terá conexão alguma como o filme de David Ayer. O novo Esquadrão Suicida deve ser inspirado nas HQs do grupo na década de 80, escritas por Jon Ostrander e Kim Yale.

Com classificação “R” e tempo de execução de 2 horas e 12 minutos, “O Esquadrão Suicida” chegará aos cinemas e ao HBO max, no dia 5 de Agosto. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *