DC Comics: O Relógio do Juízo Final | Review

Chega ao fim, mais um espetacular arco de histórias da DC Comics, intitulado O Relógio do Juízo Final, fazendo referência a um dos objetos mais mencionados em Watchmen (HQ e filme) que é o relógio do juízo final.

Historicamente falando, o relógio do juízo final realmente existiu, tratado simbolicamente pelo comitê de diretores do Bulletin of the Atomic Scientists da Universidade de Chicago ainda 1947 que, a cada vez que o ponteiro se aproximava da meia noite,  significava que a humanidade estaria a eminência de uma guerra nuclear. Na HQ de Watchmen, o Dr. Manhattan, em entrevista, disse, com outras palavras, que o relógio do juízo final era só um ‘símbolo’ e de que nada servia.

DC Comics: O Relógio do Juízo Final – Reprodução

Nesta saga, faz-se um paralelo entre dois mundos, o de Watchmen e a Terra 1 (a Terra da Liga da Justiça), onde o Dr. Manhattan abandona a Terra de Watchmen, vai para a Terra 1 e dá uma de Barry Allen (vide Ponto de Ignição) e altera o destino de alguns heróis, tais como Comediante, lanterna verde (Allan Scott), dentre outros.

Nesse cenário, o grande visionário Adrian Alexander Veidt, vulgo Ozymandias, tem um plano de juntar os vigilantes e vilões da sua própria Terra, para encontrar o Dr. Manhattan, fazê-lo restaurar a sua humanidade e voltar tudo ao que era antes. Para isso, ele se aliou a outro vilão, Alexander Luthor, enquanto Rorsharch (um novo), tenta dialogar com o Batman, usando o diário de Rorsharch para nortear ele.

DC Comics: O Relógio do Juízo Final – Reprodução

A história em si é tão boa quanto a HQ original (de Watchmen), há alianças um tanto quanto inusitadas e acontecimentos marcantes. Mais uma vez, o destino do multiverso é colocado nas mãos do Superman, onde ele mostra o porquê de ser Super. A única crítica a ser feita é sobre o lançamento da última edição, onde esperou a série da HBO terminar, para poder lançarem. Isso foi proposital, pois usaram elementos explicados na série, na HQ, para melhorar o entendimento do leitor, mas no geral, O Relógio do Juízo Final da  DC Comics é uma obra prima, a ser lida e relida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *