Em ‘Mestres do Universo: Salvando Eternia’, quadrinho prequel revela ancestralidade de Esqueleto

Para suprir a ansiedade pela estreia de Mestres do Universo: Salvando Eternia pela Netflix, a Dark Horse Comics lança prelúdio nos quadrinhos com roteiro do celebrado Kevin Smith

A trama segue He-Man em uma jornada pelo tempo em um corredor cósmico ao passado de Eternia, onde ele observa as origens da Espada do Poder. Vemos o Rei Grayskull implorar aos deuses que lhe façam uma arma forte o suficiente para derrotar Orlax da Primeria – um monstro interdimensional. Os deuses concordam em adaptar uma arma com seus poderes, mas avisam que nenhum material comum será forte o suficiente.
É dito ao Rei Grayskull que ele precisa obter um “minério sombrio”, com isso o corajoso rei viaja por entre Eternia para conseguir esse minério de um “demônio” com um crânio verde assombrado e uma capa roxo. O esqueleto fantasmagórico dá a Grayskull o minério, mas deixando claro que ele espera algo em troca.
Essa figura misteriosa aparenta relação com o icônico inimigo do He-man. Sua semelhança física é estranha, e suas personalidades são objeto de comparação. Além disso, seu papel na criação da Espada do Poder acrescenta uma complexidade à obsessão do Esqueleto de assumir Grayskull, e mostra que a rivalidade entre He-Man e Esqueleto pode ser parte de algo multi-geracional.
Porém, essa ideia de Esqueleto e sua descendência em uma longa linhagem de vilões entra em contradição com as origens anteriores de Mestres do Universo.
Pouco se sabe sobre a família do vilão. Nos quadrinhos que acompanharam a primeira linha de brinquedo da Mattel (1981 a 1983) é revelado que Esqueleto pertence a outra dimensão povoada de criaturas semelhantes e que ele chegou a Eternia depois que caiu de um buraco extra-dimensional.
A série animada de 1983 se apegou a essa origem e ainda adicionou um mentor maligno do vilão, o Hordak.
Em Search for Keldor de 1986 escrita por Steven Grant e Bruce Timm é dito que o vilão na verdade é Keldor, o irmão perdido do Rei Randor.
Tanto na história de Grant e Timm quanto na animação de 2002 da Cartoon Network e a HQ publicada pela DC Comics relatam Keldor traindo seu irmão Randor para governar Eternia sozinho. O seu rosto é queimado com ácido em uma batalha e ele é salvo por Hordak, rebatizando-o como Esqueleto.
Todas essas explicações da origem do vilão dão a entender que ele seja único, mas Master of the Universe Revelation #1 o torna membro de uma linhagem.
Pode ser que ele seja irmão do Rei Randor, ou seja de outra dimensão. Mas ele continua sendo o vilão temido e querido pelos fãs da saga.

Os atores Mark Hamill (“Star Wars”), Lena Headey (“Game of Thrones”) e Chris Wood (“Supergirl”) serão Esqueleto, Maligna e Príncipe Adam/He-Man, respectivamente.

Ainda no elenco de voz, conta-se com: Sarah Michelle Gellar (Teela), Liam Cunningham (Mentor), Stephen Root (Pacato/Gato Guerreiro), Diedrich Bader (Rei Randor e Mandíbula), Griffin Newman (Gorpo), Henry Rollins (Triclope), Susan Eisenberg (Feiticeira), Alicia Silverstone (Rainha Marlena), Justin Long (Roboto), Jason Mewes (Stinkor), Kevin Michael Richardson (Homem Fera) e Kevin Conroy (Aquático), entre outros. Alan Oppenheimer, que fez a voz original do Esqueleto, estará no anime da Netflix interpretando o vilão Homem Musgo.

Sinopse: “No planeta de Eternia, um jovem príncipe perdido descobre os poderes de Greyskull e se torna o He-Man, Mestre do Universo! A clássica batalha entre He-Man e Esqueleto atinge novos patamares, com tanto herói e vilão, formando poderosas equipes. Uma nova geração de heróis lutando pelo destino de todos. No final, quem se tornará o Mestre do Universo”.

Veja também:

A série animada “Mestres do Universo: Salvando Eternia” seguirá os eventos da série dos anos 80, e terá Kevin Smith como produtor executivo e showrunner. E os episódios serão escritos por Eric Carrasco (“Supergirl”), Tim Sheridan (“Reign of the Supermen”), Diya Mishra (“Magic the Gathering”) e Marc Bernardin (“Alphas”).

O quadrinho prequel não possui previsão de lançamento no Brasil, já a série animada Netflix chega em 23 de julho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *