Fátima – A História de Um Milagre (2020) | Crítica

Nem toda narrativa precisa ser original para ser amada, basta que seja bem conduzida, contada e explorada, de maneira primorosa. Claro, que não haverá como competir com o “esperado”, mas poderá ser assertiva, simpática e sim, deliciosa na hora de acompanharmos. Nesse sentido, podemos encaixar “Fátima – A História de Um Milagre” que chegará aos cinemas nacionais amanhã (07).

A nossa história começa como todo conto de fé e de época, estabelecendo marcos temporais baseados em contos populares. Em meio a Primeira Guerra Mundial, três crianças portuguesas, Jacinta (Alejandra Howard), Francisco Marto e Lucia de Jesus dos Santos (Stephanie Gil) testemunham seis visões da Virgem Maria entre os meses de maio e outubro de 1917. Além de propagar a fé, terão que lutar diariamente por aquilo que acreditam, convertendo o coração dos descrentes em fiéis.

A trama é interessante e bem contada, mas como qualquer produto cinematográfico possui lá suas mazelas, seja num corte irregular, ou em queda fotográfica entre as cenas. O diretor Marco Pontecorvo tenta manter o ritmo, alicerçado no roteiro dele e de Valerio D’Annunzio e Barbara Nicolosi. Há momentos bons – pra ser honesta – a maioria, mas não o suficiente para acarinhar o coração dos crentes. E sobre o assunto, o material é bem digno a fé, respondendo bem as expectativas do publico.

Equilibrado, o filme é homogêneo no todo. Desde em suas atuações, com destaque para Harvey Keitel, Goran Visnjic e Sônia Braga, aos quesitos técnicos: som, mixagem e designer de produção.

Denso e suave ao mesmo tempo, o inteligente “Fátima – A História de Um Milagre” não foge do comum, não extrapola os limites da trama e conceito de cinema. O longa da Diamond Films não só possui a empatia necessária para atrair todo e qualquer público as telonas, principalmente os mais fervorosos católicos, mas também por cumprir bem a sua função social, quanto entretenimento. Vale a pena assistir, e acompanhar essa bela história, com contornos hollywoodianos.

 

Classificação:

Veja também, outras críticas nossas:

O longa de época da Diamond Films, “Fátima – A História de Um Milagre” chegará aos cinemas nacionais hoje (07).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *