Irã cria uma censura inusitada para os animes. Saiba!

O supremo líder do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, decidiu que em seu país as personagens femininas, presentes nos animes, devem usar uma veste tradicional conhecida como Hijabe [via Daylamail].

Essa veste conhecida no ocidente simplesmente como véu é uma peça fundamental feminina na religião islâmica onde presa a moralidade e os bons costumes.

Essa nova regra causou algumas discussões, pois as alterações podem gerar novos custos para edição exclusiva dos animes e também há quem acuse que tal lei bate de frente com a liberdade de expressão.

Desde de 1979 que as mulheres do Irã devem usar o hijabe, qual quer cena ou filme considerado hostil é censurado ou não são exibido.

Devemos lembrar ao público que este ano, a industria dos animes tem passado por muitas polemicas, seja na China ou Russia. Há casos de banimento de alguns animes, como Death Note, Inuyashiki e Tokyo Ghoul, noutros de restrições, adicionando selos adultos (+18) para animes como Naruto e Dragon ball.

Veja também:

O que mais podemos esperar para a indústria este ano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *