Livros do drama sul-coreano “Tudo bem não ser normal” passam a ser comercializados no país, a partir de março

As obras escritas por Ko Moon-young (Seo Ye-ji) que atuam como fios condutores da produção sul-corena distruida pela Netflix, “Tudo bem não ser normal“, agora podem ser requisitadas pelos leitores brasileiros.

Seguindo os detalhes da edição coreana, com capa dura, ilustrações coloridas e autógrafo da personagem, O menino que se alimentava de pesadelosCriança zumbi e O cão alegre serão lançados no dia 26 de março e já podem ser adquiridos na pré-venda.

Tudo bem não ser normal/Netflix – Reprodução

E querem saber mais uma novidade? Os outros dois títulos da coleção, A mão e o tamboril e Em busca da feição real, serão lançados em maio.

Tudo Bem Não Ser Normal conta a história de Moon Kang Tae (Soo-hyun Kim), um agente comunitário de saúde de uma ala psiquiátrica que não tem tempo para amar, e Go Moon Young (Ye-ji Seo), uma sucedida autora de livros infantis que sofre de transtorno de personalidade anti-social e nunca conheceu o amor.

Veja outros artigos, review’s, críticas de produções orientais, com espaço na Netflix.

Se quiser saber mais sobre os livros, vem conferir o bate-papo com a nossa editora de aquisições e dorameira oficial Talitha Perissé no Bastidores da Intrínseca, que rola sexta-feira (5 de março), às 16h, lá no nosso Instagram. Não perca!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *