Que os Nerds estejam com Você | Artigo

É verdade que vários países celebram suas datas mais importantes com base na história. Em geral, são duas celebrações. A data de nascimento, quando há essa identificação, e outra, da independência. Nos EUA, tem 04 de julho, bem divulgada. No Brasil, 07 de Setembro.

O mundo Nerd também celebra duas datas importantes. A começar por 4 de maio. Data que surgiu a partir de uma brincadeira. Um trocadilho que só é compreensível no inglês. A frase icônica de Star Wars – Que a Força Esteja Com Você (“May The Force be With You”), relacionada a data com a expressão May the 4th (Forth) Be With You que pode ser traduzida como Quatro de Maio Esteja Com Você. Além de referenciar também o 4 de Julho norte americano. Curiosamente, o registro mais antigo desse trocadilho nasceu na Inglaterra. No início dos anos 80, na campanha política da então Primeira Ministra Margaret Thatcher, por 04 de maio ter sido a data de uma eleição britânica, na ocasião. A frase se difundiu no mundo Nerd e tornou-se equivalente a um grito de independência. Foco de homenagens e celebrações que se espalharam pelo mundo.

Até que os nerds decidiram destacar outra data importante. A data é de nascimento. 25 de maio. Em 1977, foi a data de estreia da primeira produção de Star Wars – Guerra as Estrelas. Fenômeno de bilheteria e audiência global. Sucesso que repercute até os dias de hoje, além de diversas produções e desdobramentos. O mundo criado por George Lucas tornou-se um dos pilares fundamentais do mundo nerd. Uma porta de entrada. Epifania. Fagulha inspiradora. Influência marcante que move outros grandes nomes da cultura pop que chegaram depois. Trata-se da mais ampla referência no mundo nerd. A escolha de 25 de maio foi quase como uma correção pela difusão anterior da data 04 de Maio. Por fim, ambas as datas são igualmente celebradas.

O mundo nerd é mais amplo que o universo de Star Wars. Resulta até em tribos e rivalidades. Star Wars vs Star Trek, DC versus Marvel, HQs vs Mangás, zumbis de Romero vs zumbis de Kirkman, Apple vs. Microsoft vs Android, Playstation vs Xbox, Alien vs Predator, animações vs anime, Game of Thrones vs Witcher, Battlestar Galactica vs Stargate, Watchmen vs The Boys, Sheldon vs Leonard, etc, etc, etc. São rivalidades que equivalem às torcidas de times de futebol. Quase sempre inofensivas. Entretanto, em alguns casos, vemos um extremismo inútil, infantil e corrosivo que destoa do pensamento da maioria nerd.

Espalhados pelo mundo. São como uma nação. Sem barreiras ou fronteiras. Aberta a todas as raças, gêneros, crenças, povos. A celebração máxima da expressão da cultura. Pacíficos e humanitários. Mais tolerantes, conscientes, solidários, preocupados com o meio ambiente, defensores da ciência. Dos ideais de liberdade, amor, igualdade, fraternidade e tolerância. Sem esquecer a diversão, a fantasia, a criatividade e a imaginação. Esses são os nerds ou geeks. 

O “mundo real” geralmente critica aqueles que abraçam a causa nerd. Não compreendem. Não aceitam. Não toleram. Dizem que é perda de tempo. Dizem que o conhecimento nerd não ajuda a responder nas provas. Não ajuda a ganhar emprego. O mundo nerd é um estímulo à cultura, à ciência, ao conhecimento, à leitura. O conhecimento resultante nos permite uma visão mais ampla da realidade, mais crítica, mais cautelosa, mais criativa. Os universos de fantasia são repletos de mensagens, ensinamentos, conceitos, alertas que nos ajudam a tomar melhores decisões sobre nossas próprias vidas. Melhores escolhas.

“O Senhor dos Anéis” não se trata apenas de uma alegoria pacifista contra as guerras. Demonstra exemplos de perseverança, nobreza, honra, dedicação, irmandade e amor à natureza. Nem todos conhecem ou aceitam alguns desses conceitos. “Harry Potter” não é apenas uma saga de amadurecimento, mas denuncia movimentos políticos extremistas que surgem sorrateiramente das sombras para assumir o poder e adotar posturas autoritárias, a partir de seus líderes. Aqueles que nem devemos dizer o nome. “The Walking Dead” não é apenas um suspense de sobrevivência após um apocalipse zumbi. Trata-se de mostrar a condição humana, as atitudes, o jogo de poder, diante de um cenário caótico e de ausência da sociedade organizada. 

“Star Trek” não é apenas uma caravana espacial que desbrava a vastidão do espaço para conhecer novas civilizações. Trata-se de um ideal a ser buscado para o futuro da humanidade, pautado pela paz, pelo diálogo, pela compreensão, pelo entendimento com o próximo, com as demais sociedades, pela busca contínua de melhorias, de inovações, a cura de todas as doenças, o fim da pobreza e da miséria, oportunidades iguais a todos. Star Wars não é apenas uma fantasia espacial de conflito maniqueísta do bem contra o mal. Trata-se de uma história de como o poder corrompe e que os abusos de poder atinge todos ao redor, com consequências destrutivas, sendo necessário assumir uma postura rebelde para combater. 

Os torcedores de futebol vestem suas camisas, seus estandartes. Os foliões vestem suas fantasias para brincar o carnaval. Os executivos vestem suas fantasias para transmitir seu status onde trabalham. Os funcionários de empresas, os estudantes de escolas vestem seus uniformes. Os nerds vestem roupas que representam identidade, ideais, orgulho. São símbolos da busca contínua por um mundo melhor, mais harmônico, mais divertido, mais igualitário e de maior aceitação. Somos todos Nerd. Que a Força esteja com todos nós!!!

Veja também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *