Ultimato: Roteiristas se arrependem de terem matado Viúva Negra em filme

Para quem acompanhou o clímax da Saga do Infinito, a Viúva Negra (Scarlett Johansson) realizou um sacrifício, fazendo o Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) trazer a joia da alma de Vormir, assegurando no ato final de Vingadores: Ultimato [veja a nossa crítica], a vitória de nossos heróis sobre Thanos e seu exército.

Entretanto, a escolha por ela, apesar de óbvia, não trouxe “paz” para os roteiristas do longa, Christopher Markus e Stephen McFeely. Numa entrevista concedida por eles à Vanity Fair [via HH], ambos concordaram que a celeuma criada de “uma vida por outra” amarrou a história de certo modo, que os colocaram nessa triste “encruzilhada”. Confira

Nós certamente pensamos muito sobre isso. Sabíamos que estávamos matando a primeira heroína do MCU. Estupidamente, criamos essas regras no primeiro filme – alguém está atravessando o penhasco. Então tivemos que decidir. A propósito, você tinha que amar facilmente a pessoa ao seu lado, para que não pudéssemos enviar Steve Rogers e Hulk. Portanto, é um quebra-cabeça criado por nós mesmos, mas parecia que era a resolução de seu arco, que se ela pudesse se sacrificar por sua nova família e por metade do universo, isso valeria a pena. E ela pulou… Estou realmente orgulhoso desse momento. Eu não tenho nenhum arrependimento [de se ter a expressão “uma vida por outra”]. O nosso único arrependimento é por ela ter sido a escolhida”.

O próximo filme da Marvel Studios é Viúva Negra, estrelado Scarlett Johansson, que chegará em 1º de maio de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *